Técnico em Eletrotécnica

técnico em eletrotécnica

Carga Horária

1320 horas

Duração

18 a 24 meses

Próxima turma

Fevereiro

Período

Noturno

O curso técnico em eletrotécnica prepara o aluno para:

Elaboração de projetos de instalações elétricas residenciais, comerciais e industriais, instalações telefônicas, antenas, porteiros eletrônicos, alarmes e sinalizações, dentre outros;
Execução, supervisão e controle de manutenção em sistemas elétricos de potência;
Assistência técnica;
Execução, supervisão, inspeção e controle em serviços de manutenção eletroeletrônica, máquinas e equipamentos e em sistemas automatizados de controle de processos industriais;
Execução técnica de trabalhos profissionais, bem como orientação e coordenação de equipes de trabalhos de instalações, montagens, operação, reparo ou manutenção;
Treinamento de pessoal.
Planejamento de serviços de instalação, operação e manutenção de sistemas elétricos;
Interpretação de ordem de serviço, desenhos, esquemas e cronogramas de projetos;
Execução, fiscalização, orientação e coordenação de serviços de instalação, manutenção e reparos de sistemas elétricos.
Campo de atuação do Técnico em Eletrotécnica
Empresas concessionárias de energia elétrica e telecomunicações.
Empresas de manutenção elétricos e eletrônicos.
Indústrias de aparelhos elétricos e eletrônicos.
Indústrias siderúrgicas, metalúrgicas e petroquímicas.
Empresas de projetos e instalações elétricas, telefônicas, antenas, porteiros eletrônicos, alarmes e sinalização.
Empresas de construção civil e indústria em geral.
Empresas de representações, vendas e assistência técnica de materiais e equipamentos elétricos e eletrônicos.
Grandes prédios residenciais, Hospitais e Clínicas, grandes condomínios.
Empresas de Radiodifusão e Televisão, Processamento de Dados e Telecomunicações.
Órgãos públicos e privados.

ÁREA DE TRABALHO
Concessionárias de energia elétrica; Prestadoras de serviço e indústrias em geral; Consultorias.

QUEM PODE FAZER?
Estudantes que já tenham concluído o ensino médio ou equivalente, ou que estejam, no mínimo, matriculados a partir da 2º ou 3º série deste. O estudante ainda poderá apresentar certificado de conclusão de ensino médio obtido a partir de Exame Nacional Para Certificação de Competências de Jovens e Adultos – ENCCEJA.

FORMAÇÃO INTERMEDIARIA – Requerido para Sorocaba

Módulo I – sem terminalidade = 400 horas de teoria-prática .
Módulo II – sem terminalidade = 400 horas de teoria-prática e 60 horas de estágio supervisionado;
Modulo III– com terminalidade = 400 horas de teoria-prática e 60 horas de estágio supervisionado, levando à conclusão da Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio em Eletrotécnica- Eixo tecnológico: Controle e Processos Industriais.

  • Executar, fiscalizar, orientar e coordenar diretamente serviços de manutenção e reparo de equipamentos eletroeletrônicos, instalações e arquivos técnicos específicos, bem como conduzir e treinar as respectivas equipes.
  • Prestar assistência técnica e assessoria no estudo de viabilidade e desenvolvimento de projetos e pesquisas tecnológicas, ou nos trabalhos de vistoria, perícia, avaliação, arbitramento e consultoria.
  • Dar assistência técnica na compra, venda e utilização de equipamentos eletro-eletrônicos, assessorando, padronizando, mensurando e orçando.
  • Responsabilizar-se pela elaboração, execução e inspeção de projetos de instalações elétricas residenciais, prediais e industriais.
  • Elaborar, executar e inspecionar instalações elétricas de centos de transformação, subestações, redes de transmissão, distribuição e de iluminação pública.
  • Projetar e confeccionar pequenas máquinas elétricas, tais como: Transformadores e motores elétricos;
  • Trabalhar como microempresário na área de sua habilitação.
  • Conhecer e distinguir formas de geração de energia, seus elementos de produção e transformação.
  • Identificar e definir as necessidades de proteção elétricas dos equipamentos e das instalações.
  • Identificar e distinguir materiais, elementos de regulagem, medição e aferição e demais componentes de transporte de energia.
  • Interpretar projetos e esquemas de instalações elétricas e de comunicação prediais e industriais demanda diversidade e outros parâmetros.
  • Identificar, definir e dinamizar os procedimentos de projetos e implantação, aceitação, supervisão e manutenção dos sistemas elétricos.
  • Identificar e avaliar os diversos tipos de dispositivos utilizados nos processos de automação.
  • Avaliar a capacidade e planejar a qualificação da equipe de trabalho.
  • Detalhar tarefas do planejamento..
  • Fixar metas do planejamento.
  • Definir recursos humanos e materiais.
  • Definir software apropriado às atividades.
  • Revisar o planejamento.
  • Identificar necessidades do cliente.
  • Pesquisar novos mercados.
  • Desenvolver relacionamento com clientes.
  • Propor alterações, tendo em vista a agregação de valor ao produto.
  • Realizar suporte técnico.
  • Desenvolver relacionamento comfornecedores.
  • Preparar treinamentos e palestras.
  • Elaborar material didático-pedagógico.
  • Ministrar cursos, treinamentos e palestras.
  • Manter atualizados os conteúdos dos cursos.
  • Avaliar treinamento
  • Elaborar procedimentos.
  • Interagir com órgãos normativos e de regulamentação.
  • Estabelecer prazo de garantia de serviços.
  • Analisar dificuldades para execução do projeto.
  • Dimensionar circuitos eletroeletrônicos.
  • Aplicar tecnologias adequadas ao projeto.
  • Dimensionar componentes do projeto.
  • Elaborar especificações técnicas do projeto.
  • Avaliar a relação custo-benefício do projeto.
  • Utilizar técnicas estatísticas na previsão de falhas.
  • Elaborar documentação técnica do projeto.
  • Utilizar software específico.
  • Estabelecer procedimentos, normas e padrões.
  • Determinar fluxograma do processo.
  • Determinar os meios (máquinas e equipamentos).
  • Fixar parâmetros do processo.
  • Aplicar tecnologias adequadas no processo.
  • Propor melhorias no processo..
  • Avaliar relação custo-benefício, referentes às alterações.
  • Avaliar a capacidade do processo.
  • Solucionar problemas.
  • Realizar comissionamento.
  • Colocar em operação (star-up).

Supervisionar sistemas de geração, transmissão e distribuição.

  • Supervisionar o funcionamento dos equipamentos.
  • Elaborar o programa de manobra dos sistemas.
  • Coordenar o restabelecimento dos sistemas, em função das ocorrências.
  • Analisar o desempenho de sistemas elétricos.
  • Definir prioridades.
  • Diagnosticar o desempenho dos equipamentos.
  • Analisar resultados de ensaios.
  • Elaborar relatórios de manutenção.
  • Avaliar evolução de custos da manutenção.
  • Propor melhorias.
  • Participar no recrutamento e desligamento de pessoas.
  • Formar equipes de trabalho.
  • Identificar necessidades de treinamento.
  • Identificar talentos.
  • Valorizar talentos.
  • Liderar equipe de trabalho.
  • Distribuir tarefas para a equipe de trabalho.
  • Supervisionar a execução das tarefas.
  • Analisar desempenho funcional.
  • Cumprir a legislação vigente.
  • Motivar equipes.
  • Demonstrar capacidade de discernimento
  • Interpretar instruções técnicas em outro idioma.
  • Enfrentar situações de emergência.

Unidades que oferecem este curso

Mais Informações

[recaptcha]

Se interessou pelo curso?

Veja Também