Técnico em Radiologia

técnico em radiologia

Carga Horária

1600 horas

Duração

18 a 24 meses

Próxima turma

Fevereiro

Período

Noturno

O Técnico em Radiologia dá o suporte necessário para a realização de exames de imagens, fundamentais para a formulação de diagnósticos médicos em diversas situações. Esse profissional é preparado para identificar, mediante acompanhamento e supervisão, a melhor forma para posicionar o paciente e realizar o exame de imagem através da exposição da área alvo por radiação ou técnicas similares; tais técnicas são essenciais para exames como a radiografia por raio-x, a tomografia, densitometria, ou a ultrassonografia (exame de imagem, mas com outro princípio que não a exposição por radiação ionizante).

Os exames por imagens podem ser realizados de forma a auxiliar ou confirmar um diagnóstico ou em situação de amparo a emergências, como em cirurgias.

A carga de trabalho do Técnico de Raio-X é de vinte e quatro horas semanais, que podem ser realizadas em um único plantão, ou durante a semana.

É campo de trabalho do Técnico de Raio-X os hospitais, clínicas, consultórios de ortopedia ou odontológicos e outros segmentos da saúde. Esse profissional pode se especializar para dar suporte à indústria (radiologista industrial) ou no segmento veterinário.

É da competência desse profissional:

– posicionar o paciente e realizar exames de imagem;

– processar imagens ou gráficos pertinentes aos exames;

– operar máquinas e equipamentos de radiação ionizante

Piso Salarial: R$ 1.990,00 por jornada de vinte e quatro horais semanais

Área de Trabalho:

Hospitais, clinicas, unidades de saúde, com possibilidade de especialização e atuação industrial ou veterinária.

Quem pode fazer?

Ter idade mínima de 18 anos completos no início do curso e ter concluído o ENSINO MÈDIO REGULAR OU ENCEJA.

CARGA HORÁRIA:

Total – 1600 horas, sendo 1200 teórico e 400 estágios supervisionados.

Módulo I – sem terminalidade = 400 horas-aulas de teoria-prática que correspondem a 300 horas e 60 horas de estágio supervisionado;

Módulo II – sem terminalidade = 400 horas-aulas de teoria-prática que correspondem a 300 horas e 100 horas de estágio supervisionado;

Modulo III – sem terminalidade = 400 horas-aulas que correspondem a 300 horas e 120 horas de estágio supervisionado;

Modulo IV – com terminalidade = 400 horas-aulas, sendo 400 horas-aulas de teoria-prática que correspondem a 300 horas e 120 horas de estágio supervisionado, levando à conclusão da Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio em Radiologia.

1 – Competências Gerais do Técnico em Radiologia

Este profissional ao concluir o curso, além das competências na área da saúde, deverá ser capaz de:

  • Distinguir as características básicas da formação da imagem digital, empregando os conceitos e princípios dos diferentes algoritmos de processamento, de forma a obter imagens para a interpretação e o diagnóstico;
  • Identificar equipamentos e reconhecer procedimentos utilizados no processamento de imagens digitais;
  • Reconhecer protocolos de processamentos em radiodiagnóstico;
  • Identificar a composição de filmes e ecrans e a relação entre os mesmos;
  • Reconhecer produtos químicos utilizados e caracterizar o processamento químico de películas radiográficas mediante diversos métodos de procedimento de imagens;
  • Identificar procedimentos técnicos de revelação em câmara escura e de avaliação da qualidade da imagem obtida, em câmara clara, estabelecendo ou não a necessidade de repetir o exame;
  • Caracterizar os meios de contraste radiológico, sua ação e efeitos colaterais e sua respectiva atividade nos diferentes locais de ação no organismo humano;
  • Caracterizar as formas de contaminação e infecção hospitalar visando a prevenção do choque pirogênico na administração intravenosa de meios de contrastes radiológicos;
  • Identificar os riscos de reação alérgica aos meios de contrastes radiológicos visando à prevenção de iatrogenias;
  • Avaliar reações do paciente aos meios de contraste, identificando os procedimentos de prestação de primeiros socorros em casos de intercorrências;
  • Identificar as diversas formas das radiações ionizantes, conhecendo os mecanismos de interação das radiações com o corpo humano, com o objetivo de minimizar os efeitos deletérios;
  • Selecionar alternativas de radioproteção para pacientes, acompanhantes e profissionais da área;
  • Conhecer e interpretar as normas de radioproteção da Comissão Nacional de Energia Nuclear CNEN, do Ministério da Saúde e da Vigilância Sanitária;
  • Identificar os limites de dose de radiação a que os profissionais de radiodiagnóstico e os clientes/pacientes podem ser expostos;
  • Conhecer e identificar códigos, símbolos, sinais e terminologias específicas da radioproteção;
  • Conhecer princípios de auditoria médica aplicada à radioproteção a fim de participar das ações de controle e manutenção da segurança;
  • Reconhecer os princípios de justificação das práticas, otimização da proteção, limitação de doses e prevenção de acidentes preconizados pelo sistema de proteção radiológica;
  • Definir os objetivos de uma empresa de prestação de serviços de radiodiagnóstico, identificando as responsabilidades da mesma em relação à comunidade;
  • Conhecer modelo de estrutura organizacional de empresa de serviços de radiodiagnóstico;
  • Reconhecer as rotinas de trabalho dos diversos setores da clínica ou hospital de modo a adequar os serviços de radiodiagnóstico às especificidades de cada setor.
  • Identificar os determinantes e condicionantes do processo saúde-doença.
  • Identificar a estrutura e organização do sistema de saúde vigente.
  • Identificar funções e responsabilidades dos membros da equipe de trabalho.
  • Planejar e organizar o trabalho na perspectiva do atendimento integral e de qualidade.
  • Realizar trabalho em equipe, correlacionando conhecimento de várias disciplinas ou ciências, tendo em vista o caráter interdisciplinar da área.
  • Aplicar normas de biossegurança.
  • Aplicar princípios e normas de higiene e saúde pessoal e ambiental.
  • Interpretar e aplicar legislação referente aos direitos do usuário.
  • Identificar e aplicar princípios e normas de conservação de recursos não renováveis e de preservação do meio ambiente.
  • Aplicar princípios ergonômicos na realização do trabalho.
  • Avaliar riscos de iatrogenias, ao executar procedimentos técnicos.
  • Interpretar e aplicar normas do exercício profissional e princípios éticos que regem a conduta do profissional de saúde.
  • Identificar e avaliar rotinas, protocolo de trabalho, instalações e equipamentos.
  • Operar equipamentos próprios do campo de atuação, zelando pela sua manutenção.
  • Registrar ocorrências de serviços prestados de acordo com exigências do campo de atuação.
  • Prestar informações ao cliente, ao paciente, ao sistema de saúde e a outros profissionais sobre os serviços que tenham sido prestados.
  • Orientar clientes ou pacientes a assumirem, com autonomia, a própria saúde.
  • Coletar e organizar dados relativos ao campo de atuação.

 

2- Competências profissionais específicas do Técnico em Radiologia

 

Profissional da área de saúde, técnico de nível médio, integrante da equipe de Radiologia, com exercício profissional regulamentado por Lei, que desenvolve ações de Apoio ao Diagnóstico, referenciadas nas necessidades de saúde individuais e coletivas, determinadas pelo processo gerador de saúde-doença, devendo:

  • Possuir visão crítico-reflexiva, conhecendo a realidade social na qual está inserido, ter o compromisso com as necessidades de saúde da população;
  • Realizar ações de preparação para exames diagnósticos por imagem, através dos instrumentos específicos da Radiologia Médica Radiodiagnóstico e Diagnóstico por Imagem;
  • Executar procedimentos radiológicos a execução e a operação dos aparelhos e equipamentos utilizados em radiologia, bem como: aparelho de raios-X, mamografia, ressonância magnética, tomografia computadorizada, densidometria óssea etc;
  • Administrar empresa prestadora de serviços de Radiologia e Diagnóstico por Imagem, que objetivam a qualidade dos serviços e o nível de satisfação do cliente/paciente;
  • Executar atividades de processamento químico das películas radiográficas, por meio de métodos químicos, a laser e a seco;
  • Executar por meio de medidas individuais e coletivas ações de radioproteção com a finalidade de proteção do profissional, do cliente/paciente do ambiente;
  • Ser capaz de identificar situações novas, de auto organizar-se, de tomar decisões, de interferir no processo de trabalho;
  • Ser capaz de trabalhar em equipes multiprofissionais e resolver problemas que mudam constantemente;
  • Demonstrar disposição no aprender a aprender com autonomia;
  • Construir uma base científica e técnica consistente que lhe permita assimilar inovações e mudanças;
  • Ser capaz de buscar inovações e enfrentar desafios;
  • Prestar assistência a população de diferentes faixas etárias, com vistas a promover, recuperar, reabilitar a saúde, bem como contribuir com as medidas preventivas;
  • Dominar conhecimentos científicos relacionados com a execução de suas tarefas;
  • Articular atividades de radiologia envolvendo outros setores de atendimento a saúde;
  • Conhecer os riscos e benefícios inerentes à sua atividade;
  • Saber manipular os diversos aparelhos e equipamentos que lhe são oferecidos para o exercício de suas atribuições;
  • Executar atividades de cunho administrativo no âmbito da radiologia;
  • Ter capacidade de identificar os principais problemas de saúde;
  • Buscar informações inovadoras;
  • Manter registros e arquivos.

Unidades que oferecem este curso

Mais Informações

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Se interessou pelo curso?

Veja Também

Técnico em Eletrotécnica

Técnico em Manutenção Automotiva

Técnico em Açúcar e Álcool

Técnico em Edificações

Técnico em Informática

Técnico em Administração

Técnico em Estética

Técnico em Química

Técnico em Farmácia

Técnico em Análises Clínicas

Técnico em Segurança do Trabalho

Técnico em Enfermagem